Mundo

Garoto tem tipo raro de pneumonia contraído por hamster da irmã

Médicos chegaram a suspeitar que ele tinha leucemia

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um menino chamado Jack Sage, de dez anos, passou cerca de um ano se recuperando de um tipo raro de pneumonia contraído possivelmente através do hamster de estimação da própria irmã. A família é de Oundle, na Inglaterra.

Segundo o jornal britânico Mirror, os médicos que cuidaram do garoto chegaram a suspeitar que tratava-se de uma leucemia, em decorrência de erupções na pele e problemas respiratórios que ele teve, mas o diagnóstico apontou uma pneumonia eosinofílica. Com a suspeita de que a doença foi contraída através do hamster, a irmã de Jack teve que se desfazer do animal. “Fomos informados de que poderia ter sido causado pelo hamster de sua irmã, Tango, que causou grande aborrecimento porque sua irmã Evie o adorava", contou Suzie Sage, mãe dos dois, ao Mirror.

“Não podíamos correr o risco e Tango agora foi morar com uma enfermeira do hospital de Peterborough”, explicou a professora. O filho de Suzie teve 60 internações desde que ficou doente, em outubro do ano passado. 

A alta definitiva veio no dia 23 de agosto, dois dias antes do aniversário do paciente, que se recupera em casa e assiste aulas de maneira remota.