Mundo

Jogador brasileiro é detido por violência de gênero na Espanha

Ele foi liberado na manhã desta terça-feira (29) após prestar depoimento

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O lateral brasileiro Jonathan Silva, ex-Botafogo, passou a noite detido na cidade de Las Palmas, Espanha, acusado de cometer violência de gênero ao agredir a esposa em um hotel da região, segundo o globoesporte.com.

A denúncia foi feita por funcionários e hóspedes do hotel. Jonathan, que foi contratado pelo time de mesmo nome da cidade, foi liberado na manhã desta terça-feira (29), após prestar depoimento.

De acordo com o jornal espanhol "Canarias 7", uma medida cautelar foi imposta pela juíza María Auxiliadora Díaz enquanto o caso é investigado. O Las Palmas se pronunciou sobre o assunto através de uma nota:

"Atendendo aos fatos conhecidos ontem, em relação ao jogador do UD Las Palmas Jonathan Silva, o clube pretende afirmar o seguinte: O UD Las Palmas condena e rejeita veementemente qualquer tipo de violência e, claro, a violência de gênero. A prisão do jogador Jonathan Silva ocorreu em consequência de acontecimentos que afetam a sua vida privada e em nenhum caso estão relacionados com a atividade desportiva do referido jogador ou com a UD Las Palmas. A autoridade judiciária, após se manifestar, liberou o jogador e dará sentença nos próximos dias."

Segundo o ge, o empresário do jogador foi procurado e não se manifestou sobre o assunto.