Mundo

Mulher grava áudio do próprio assassinato pelo marido

Smith e a mulher entraram em atrito depois que ela decidiu sair de casa e levar as crianças

Redação iBahia
13/05/2016 às 11h03

2 min de leitura
 

Wesley Webb morreu após ser baleada Foto: Reprodução / GoFundMe

‘ Uma mulher que foi assassinada pelo próprio marido, que atirou contra ela, gravou o áudio do crime através de seu telefone, anunciaram autoridades americanas do estado da Pensilvânia (EUA), nesta quinta-feira.

 De acordo com informações da agência “AFP”, Wesley Webb foi morta no último dia 2 de maio, quando ligou um aplicativo de seu smartphone para gravar o som de sua briga com o companheiro, Keith Robert Smith. No entanto, ela acabou registrando também o momento em que foi baleada pelo homem e morreu.

  Segundo a agência de notícias, após o som do tiro, é possível ouvir Smith dizer à esposa: “O que acha disso? É onde fomos parar”. Ainda na quarta-feira (11), promotores acusaram o homem de homicídio, onde os três filhos da vítima estavam. “Este foi um assassinato selvagem , egoísta e covarde”, condenou o promotor Thomas Hogan do distrito do Condado de Chester, que acompanha o caso.
  
  Segundo as autoridades, Smith e a mulher entraram em atrito depois que ela decidiu sair de casa e levar as crianças. Enquanto ela se preparava para fugir, o homem pegou a armar e atirou contra ela. O homem ainda atirou contra si mesmo, numa tentativa de suicídio, que não deu certo. Ele foi levado a um hospital e liberado.

  Uma campanha na internet foi criada para que sejam arrecadados fundos para bancar o funeral da mulher e ajudar seus três filhos.