Nem Te Conto

Neymar lamenta falta de privacidade e fala da adaptação em Paris

Às vésperas da Copa do Mundo, Neymar abre um pouco de sua intimidade

Agência O Globo

Às vésperas da Copa do Mundo, Neymar abre um pouco de sua intimidade. Sobre o filho, ele conta que foi fundamental ter Davi por perto em sua recente recuperação. “Davi cresceu, né? Está com 6 anos... Hoje conversamos bastante, sobre muitos assuntos. Mas, claro, também brincamos, cantamos e jogamos videogame. Nesse período de tratamento, me ajudou muito a segurar a onda”, diz o jogador em entrevista à revista “Vip”.

Foto: Reprodução | Instagram

O craque diz também que não sabe se o menino seguirá seus passos no futebol. “Ele tem que ser criança, como deveria acontecer com todas as crianças do mundo. Quando ele crescer mais um pouco e decidir o que quer da vida, ele sabe que o apoiarei, assim como minha família me apoiou. E, se ele quiser ser, como eu e o avô dele, atleta, que saiba das dificuldades”.

Atualmente vivendo em Paris, o craque revela ainda que sai pouco na cidade pela falta de privacidade: “Ainda não domino totalmente o idioma, mas já estou conseguindo me virar. É gostoso falar francês... Minhas horas livres são com amigos e família, é muito difícil sair com alguma privacidade, mesmo na Europa”.