Nem Te Conto

Pai diz que MC Gui chora muito e está abalado: 'ele errou'

Cantor entrou em polêmica ao exibir uma menina na Disney

Agência O Globo
- Atualizada em

Rogério da Silva, pai de MC Gui, falou com o jornal 'Extra' na manhã desta terça-feira e contou que o filho está muito arrependido da brincadeira que fez com uma menina na Disney, nos EUA. Segundo ele, a polêmica acabou com a viagem de férias da família.

"Ele está chorando muito. Estamos todos muito abalados. E não temos mais clima para férias. Ele vai pedir desculpas em uma emissora nacional", contou Rogério. "Ele aprendeu todas as lições possíveis com o que aconteceu. Nesse momento, ele quer pedir perdão e desculpa a todos. Ele errou, mas é assustador esse ódio todo das pessoas".


A mãe do cantor, Claudia Baronesa também pediu desculpas em nome do filho no Instagram. "Em nome da família e do meu filho, peço desculpas por tudo", postou ela.

Gui perde contratos e tem show cancelado

MC Gui, de 21 anos, publicou um vídeo pedindo desculpas após a repercussão negativa de um vídeo publicado por ele na segunda-feira na mesma rede social. Nas imagens, o cantor aparece rindo de uma menina que passeava na Disney, nos Estados Unidos. Em meio a polêmica, uma escola de idiomas de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, cancelou a apresentação do funkeiro em um evento organizado pela instituição.

Ele também teve um contrato de uma marca cancelado. Uma loja que vendia os produtos licenciados pelo cantor publicou uma nota explicando que vai deixar de vender qualquer coisa relacionada ao funkeiro. "Não compactuamos com qualquer tipo de preconceito, principalmente quando se trata de uma criança indefesa".

O polêmico vídeo de MC Gui foi feito num trem que leva visitantes aos parques de diversões. Gui aparece dando risadas e depois aproxima a câmera do rosto de uma menina fantasiada de "Boo", personagem da animação "Monstros S.A". A criança parece perceber que está sendo filmada e é possível ouvir o momento em que alguém diz "para, Guilherme". A publicação foi apagada logo depois.

No pedido de desculpas, Gui diz que gravou as imagens por ter ficado "impressionado" com a caracterização da criança e de toda a família dela. Ele acrescenta ainda que não teve "intenção de ofender ninguém" e alega que foi interpretado de forma "equivocada".

"Encontrei uma família fantasiada de 'Monstros S.A.' e achei aquilo incrível, nunca tinha visto em qualquer lugar. Não foi algo que deixou ninguém constrangido. Tanto que depois que eu fiz o vídeo desceu todo mundo junto e conversamos. Demos risadas, todo mundo. Tirei fotos com outras crianças também. Em momento algum eu fiz isso para atacar alguém, para praticar bullying, principalmente com uma criança. Se ela realmente se sentiu constrangida eu teria pedido desculpas, não teria postado o vídeo. Estou aqui para pedir desculpas para quem entendeu de forma errada. Essa jamais foi minha intenção. Eu nunca na minha vida teria essa intenção de prejudicar alguém, principalmente a minha pessoa", disse o cantor.

A polêmica envolvendo o caso é um dos assuntos mais comentados do Twitter na manhã desta terça-feira. Na hashtag "#JullyPrincessInDisneyworld" internautas pedem que a Disney proporcione um dia especial para a criança que aparece no vídeo gravado pelo cantor.