Nem Te Conto

Tony Ramos relembra personagem marcante em sua carreira

‘Foi politicamente incorretíssimo’, disse o ator sobre participação na novela Bebê a bordo

Zean Bravo, da Agência O Globo
- Atualizada em

No ar como o português José Augusto, produtor de vinho e azeite e dono da Quinta da Carrasqueira na novela “Tempo de amar”, da Globo, Tony Ramos tinha 20 anos de carreira na televisão quando protagonizou “Grande sertão: veredas”, minissérie reprisada atualmente pelo Viva. A partir de 15 de janeiro, o ator também será visto num outro momento (em mais um papel marcante): o Tonico, de “Bebê a bordo”.

Escrita por Carlos Lombardi e exibida pela primeira vez em 1987, a trama, com direção executiva de Roberto Talma, volta ao ar no Viva no dia 15 de janeiro. Logo no começo da história, que tratava dos vários modelos de relações familiares, a protagonista Ana (Isabela Garcia) se envolve em um assalto. Na sequência, dá à luz a Heleninha no carro de Tonico. Mas precisa abandonar a criança para escapar da polícia. E é justamente o personagem de Tony quem assume os cuidados com o bebê num primeiro momento.

Isabela Garcia e Tony Ramos (Foto: Reprodução)

Vindo de uma sequência de personagens dramáticos, o ator surpreendeu o público ao interpretar um tipo cômico.

— Tonico foi politicamente incorretíssimo. Foi a oportunidade que tive de dar outro salto diferente na minha carreira. Gosto disso por propor ao telespectador uma outra visão sobre você.

Ambientada em São Paulo, “Bebê a bordo” trazia nomes como Dina Sfat (1939-1989) e Armando Bógus (1930-1993), que eram casados na história. A atriz interpretou Laura, mãe de Ana, que também abandonou quando bebê. Ao longo da trama, a avô passa a cuidar da neta e tenta se reaproximar da filha. Ainda faziam parte do elenco nomes como Maria Zilda Bethlem, Leo Jaime, Ary Fontoura, José de Abreu, Nicette Bruno e Guilherme Fontes.