Desabafo

Juliano Cazarré se irrita após ser chamado de machista por internauta: ‘Frescura’

Para o ator, o que ele faz é o antimachismo e a sociedade precisa desse equilíbrio, devido aos homens irresponsáveis

Redação iBahia
21/07/2022 às 13h33

3 min de leitura
Foto: Reprodução/ Instagram

Interprete do bruto Alcides em Pantanal, Juliano Cazarré não gosta de carregar similaridades com o personagem da trama e mostrou seu lado Marruá para um internauta ao ser chamado de machista.

Na ocasião, Cazarré fazia uma live no Instagram e falava sobre sua rotina quando foi chamado de machista por um seguidor.

“Aí você vem aqui na minha live falar que eu sou machista? Seu moleque! Eu estou em casa com quatro! E vocês estão aí falando: ‘ah, seja livre, gata! Seja livre, eu não sou machista não!’ Pega uma hoje, pega outra amanhã, pega e larga as mulheres tudo para trás, faz filho e foge. Eu sou o cara que está em casa, palhaço! Isso aqui é o antimachismo, isso aqui não é ser machista, não, isso aqui é ser homem, que é o que não tem mais. E toda sociedade que fica sem homem afunda”.

O artista desabafou sobre o assunto. Juliano, que está em casa cuidando dos outros quatro filhos de seu casamento com Letícia Cazarré, enquanto a esposa acompanha a quinta filha do casal, internada em um hospital em São Paulo, ficou irritado com as críticas.

Para o ator, o que ele faz é o antimachismo e a sociedade precisa desse equilíbrio, devido aos homens irresponsáveis.

“Toda sociedade precisa de um equilíbrio entre masculino e feminino. E gente assim, fresca, é o tipo de gente que faz mal para a mulher, que abusa, que maltrata, que não defende, que tira proveito. É por isso que eu estou aqui falando de São José, para vocês aprenderem a defender as mulheres, a ficar em casa. Fez filho? Assume, cria. Está com problema no casamento? Resolve, continua casado, se sacrifica, acorda mais cedo, dorme mais tarde, pega dois empregos, pega três empregos. É por isso que eu estou aqui, por causa desse tipo de frouxo aí”.

Em 2019, o ator polemizou ao tentar rebater a declaração de que a masculinidade era uma construção social ao falar que: “mães solteiras são heroínas, mas dificilmente saberão transmitir os valores da masculinidade”.

A fala gerou críticas, mas também bons números para Cazarré, que cresceu em seguidores no Instagram.

Leia mais sobre Celebridades no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias