Nem Te Conto

Zé Ramalho leva grande público para o Circuito das Artes

Por: Lisani Azevedo – lisani@portalibahia.com.br A penúltima edição do Circuito das Artes foi de moda, artes plásticas e o melhor da música nordestina. Com um repertório formado por sucessos como Avôhai, Frevo Mulher, Chão de Giz, Admirável Gado Novo e Sinônimos (trilha sonora da novela A Favorita, da TV Globo), Zé Ramalho se apresentou na noite da sexta-feira (26), em Salvador, e encantou o público do Bahia Café Hall. A expectativa dos fãs era grande e ele não decepcionou. Durante o show, acompanhado pela banda Z, fizeram parte do set list faixas do disco Parceria dos Viajantes, em que conta com a participação de diversos convidados, entre eles, as baianas Pitty e Daniela Mercury e do trabalho mais recente Zé Ramalho da Paraíba, lançado este ano. Antes de Zé Ramalho subir ao placo, o cantor e compositor Tenison Del Rey […]


29/09/2008 às 16h38

2 min de leitura

Por: Lisani Azevedo – lisani@portalibahia.com.br

A penúltima edição do Circuito das Artes foi de moda, artes plásticas e o melhor da música nordestina. Com um repertório formado por sucessos como Avôhai, Frevo Mulher, Chão de Giz, Admirável Gado Novo e Sinônimos (trilha sonora da novela A Favorita, da TV Globo), Zé Ramalho se apresentou na noite da sexta-feira (26), em Salvador, e encantou o público do Bahia Café Hall. A expectativa dos fãs era grande e ele não decepcionou. Durante o show, acompanhado pela banda Z, fizeram parte do set list faixas do disco Parceria dos Viajantes, em que conta com a participação de diversos convidados, entre eles, as baianas Pitty e Daniela Mercury e do trabalho mais recente Zé Ramalho da Paraíba, lançado este ano.

Antes de Zé Ramalho subir ao placo, o cantor e compositor Tenison Del Rey iniciou a noite em ritmo de forró, colocando o público para dançar a dois. Entre os presentes, o ator Luís Miranda e o cantor Leandro Lopes, do Rapazolla, acompanharam a programação musical do projeto. Do camarote, o DJ Chico animou a platéia nos intervalos das atrações. No Centro Cultural, a estilista Márcia Cavadas reuniu peças das suas coleções e mostrou um pouco do seu trabalho. Alem da moda, as artes plásticas foram representadas pelo trabalho de um grupo de Estudantes da Escola de Belas Artes da UFBA. Quem estava lá pôde conferir diferentes linguagens, tais como, tatuagens, grafites e técnicas tradicionais, aplicadas à pintura sobre tela.