Novelas

Hélio entrega Dionísio para a polícia em 'Flor do Caribe'

Inconformada com a farsa envolvendo seu pai, Ester (Grazi Massafera) vai até a delegacia para conversar com Hélio

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Em Flor do Caribe, Hélio (Raphael Vianna) está preso depois de aceitar confessar um crime no lugar de Dionísio Albuquerque (Sérgio Mamberti). O rapaz contou na polícia que foi o responsável por tentar matar Samuel (Juca de Oliveira) quando, pois o magnata prometeu pagar a ele muitos milhões de dólares.

Inconformada com a farsa envolvendo seu pai, Ester (Grazi Massafera) vai até a delegacia para conversar com Hélio. Ela insiste para o rapaz falar a verdade para a polícia, mas ele continua afirmando que é o verdadeiro culpado. 

"Acho que o senhor esqueceu isso dentro daquele avião, senhor Hélio. A companhia aérea entrou em contato com a polícia federal . Nós identificamos como sendo do passageiro Flávio Alcântara Botelho, que vem a ser a sua identidade falsa. Eu queria que o senhor me explicasse a origem desse dinheiro, desse um milhão de dólares", diz o delegado.

Hélio conta primeiro que pegou o dinheiro emprestado, só que depois muda de versão e afirma que realizou um desfalque na empresa. O delegado diz a Hélio que vai esclarecer alguns pontos que ele talvez não saiba:

"Se você acredita que daqui a três anos vai sair da cadeia em liberdade, como um milionário com seus dez ou onze milhões, ou sei lá quantos prometeram a você... Eu digo que você está sendo enganado, rapaz."

"Daqui a três anos, Hélio, a sua liberdade será apenas condicional. Isso significa que você vai estar sob estrita vigilância da polícia. Como você vai justificar pra receita federal e pra polícia o aparecimento dessa fortuna?", questiona o agente Lira.

Convencido de que está fazendo uma burrada, Hélio conta a verdade: "Esse dinheiro daí, quem me deu foi... o seu Dionísio Albuquerque mesmo".