‘Travessia’: Stenio é visto na Espanha em estado desesperador


Foto: Reprodução / TV Globo

Em cenas que vão ao ar a partir de terça-feira (29), graças à investigação de Helô (Giovanna Antonelli), a delegada consegue localizar com sua equipe de policiais o cativeiro de Stenio (Alexandre Nero). O advogado está vivo, mas muito machucado e sendo levado para um hospital na Espanha.

Helô se desespera ao descobrir isso e pede que o tragam direto para o Brasil, para que ele não corra mais nenhum risco, já que está sob a mira de bandidos perigosos envolvidos com lavagem de dinheiro.

A solução provoca um sentimento dúbio em Laís (Indira Nascimento), de alívio e preocupação, já que terão que alugar um avião particular – e a fama de Stenio é de pão-duro. Ele chega ao Brasil, está machucado.

A sócia, junto com Monteiro (Ailton Graça), é quem o busca no aeroporto e, em dúvida para onde vão levá-lo, acabam pedindo mais um suporte para Helô, que receberá o advogado em sua casa. 

Devidamente “instalado” no quarto de Helô, Stenio conta a cilada que armaram contra ele durante a viagem. Tudo corria bem e, na saída de um almoço com clientes, a caminho do hotel, seu carro foi fechado.

Deram-lhe uma ferroada na cabeça e, ao chegar no cativeiro, o torturaram para contar onde estava um cofre que ele diz que nem sabia da existência. Mas o advogado acaba caindo na própria mentira e sendo confrontado pela ex-mulher, já que foi Helô quem decifrou todo o caso e teve acesso ao e-mail que falava do tal cofre.

É aí que Stenio descobre que toda a movimentação para que ele fosse libertado partiu de sua amada. Será que “#Steloisa” está aceso de novo? 

Enquanto isso, na construtora, Ari e Gil (Rafael Losso) começam juntos a pesquisa para o livro sobre a Guerra. Cidália (Cassia Kis) se certifica de que Moretti não seja mencionado no material e propõe que o nome do ex-sócio de Guerra (Humberto Martins) seja substituído pelo dela – “o cérebro pensante daquela empresa”. 

‘Travessia’ é criada e escrita por Gloria Perez, com direção artística de Mauro Mendonça Filho, direção de Walter Carvalho, Andre Barros, Mariana Richard e Caio Campos. A produção é de Claudio Dager e Tatiana Poggi; e a direção de gênero é de José Luiz Villamarim.

Leia mais sobre Novelas no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.