Salvador

Bahia registra 29 casos de pessoas queimadas nesse São João

O caso mais grave foi de uma criança de dois anos que teve três dedos de uma das mãos amputados por conta da explosão de uma bomba

Correio 24h
O Hospital Geral do Estado (HGE) registrou até às 10h desta quarta-feira (24) 22 entradas por conta de explosão de bombas e outros seis queimados, em virtude dos festejos de São João. O número de casos mais que dobrou em relação ao boletim divulgado na terça-feira (23), onde foram registrados 13 casos. Os dados são da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).O caso mais grave foi de uma criança de dois anos que teve três dedos de uma das mãos amputados por conta da explosão de uma bomba. A criança precisou ser submetida a uma cirurgia no punho. A Sesab informa ainda que foi registrada uma entrada no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, na terça-feira (23).De acordo com o diretor do HGE, o médico André Luciano Andrade, esse número tende a crescer, visto que as pessoas costumam procurar atendimento ao final da festa. "Enquanto os festejos acontecem, as pessoas usam paliativos e não procuram assistência médica. O resultado é a complicação do ferimento”, afirma Andrade.
Correio24horas