Salvador

Briga entre facções rivais motivou crime em Pernambués

De acordo com a PM, traficantes de uma região conhecida como Baixa do Manu entraram na rua atirando

Uma rixa entre facções rivais foi o que motivou o crime na Rua Primeiro de Maio, em Pernambués, na manhã deste domingo (8), segundo informações da Polícia Militar. De acordo com o Major Sergio Mercês, traficantes da região conhecida como Baixa do Manu invadiram a região conhecida como Horta em represália a uma ação feita na noite anterior na Baixa do Manu. Por volta das 10h, bandidos chegaram atirando na rua e atingiram quatro pessoas, entre elas o barbeiro e auxiliar de eletricista Adalto Cezar Santos, de 26 anos, que morreu no local.




(Foto: Reprodução/Facebook)


Os outros três homens feridos foram encaminhados para o Hospital Geral do Estado (HGE). Eles foram identificados como Roque Sandro Souza dos Anjos, 33, baleado no abdômen, Edmilson Santos Rocha, 29, ferido no pé direito, e Marlos Alves Conceição de Souza, 24, atingido na panturrilha esquerda.
Inocentes

Segundo o Major todos os atingidos eram inocentes. Não há maiores informações sobre eles terem passagem pela polícia. A esposa de Adalto, Diana dos Santos contou ao CORREIO que o marido não tinha envolvimento com crimes. "Quando ele estava cortando o cabelo vieram os homens com armas enormes e começaram a atirar. Os meninos correram, só que ele não correu porque sempre disse que ele não deve, ele é trabalhador. E sempre me falou: 'Se a polícia ou o ladrão entrar aqui atirando, não vou correr porque não devo. Se eu morrer, vão ter derramado o sangue de um inocente", disse. Ele foi atingido por oito perfurações de arma de fogo, inclusive na cabeça. Diana, que é mãe de uma garota, filha de Adalto e que também completa aniversário neste domingo, contou que tentou descer para ajudar o marido, mas foi ameaçada pelos bandidos. "Eles apontaram a arma para mim e para minha tia dizendo que se a gente descesse eles iriam atirar na gente também. A gente voltou e quando eu desci meu marido já estava caído sem vida", desabafou. Pouco antes de morrer, Adalto fez uma declaração para a esposa em sua página no Facebook. "Feliz aniversário, Deus a abençoe! Nunca se esqueça que você tem em mim um ponto de apoio, um aconchego em todas as situações", publicou ele. Ainda em Pernambués

Na noite de sábado (7), dois homens foram mortos em confronto com uma viatura da 23ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Tancredo Neves). De acordo com a PM, o caso aconteceu por volta das 21h, na Rua das Flores. Uma viatura da 23ª CIPM realizava rondas pelo bairro quando foi cercada por vários homens, que efetuaram disparos de arma de fogo. Conforme a polícia, os militares reagiram e uma troca de tiros foi iniciada. Durante o confronto, dois homens foram atingidos. Eles chegaram a ser socorridos para o Hospital Roberto Santos, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. Ainda segundo a PM, a guarnição encontrou com os dois baleados um revólver, uma mochila contendo 33 pinos de cocaína e uma quantidade de maconha, além de R$ 453. O caso foi registrado na 11ª Delegacia (Tancredo Neves).  A Polícia Militar diz que não há relação entre os dois crimes.

Correio24horas