Salvador

Em dezembro, cobrança de bandeira 2 em táxis será opcional

Categoria decidiu não cobrar por conta da concorrência com os apps

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A partir deste sábado (1º), os 14 mil taxistas de Salvador poderão cobrar bandeira 2 em todas as corridas independente do horário. Mas, por conta da concorrência com os aplicativos de transportes particulares, a cobrança será opcional e não ser ser feira pela maioria da categoria. 

Segunda informações do Correio, a presidente do Sindicato dos Taxistas (Sinditáxi), Roseli Malhado, explica que cada taxista ficará livre para decidir ou não pela cobrança. "Acredito que mais da metade dos taxistas não vai cobrar. Apesar das perdas que tivemos nos últimos anos com a chegada dos aplicativos, vamos ter que abrir mão desse ganho extra para garantir o fluxo de passageiros. É importante que os taxistas avisem e dialoguem com os passageiros". 

Na capital baiana, a bandeirada, que é o valor cobrado quando o taxímetro é ligado, custa R$ 4,81. A bandeira 1 custa R$ 2,42 por km rodado e a bandeira 2 R$ 3,38. A bandeira 2 em dezembro é autorizada, por decreto, pela Prefeitura de Salvador para funcionar como um '13º salário' dos taxistas.