Salvador

Tráfego de Stella Maris sofrerá mudanças; saiba quais

Segundo o prefeito de Salvador, ACM Neto, as intervenções devem durar três meses

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O tráfego de Stella Maris sofrerá mudanças com o intuito de deixar o trânsito mais fluido no bairro. A partir desta quinta-feira (27) serão realizadas obras de requalificação viária na alameda Dilson Jatahy Fonseca (conhecida como Alameda da Praia), com construção da nova Avenida Alameda Praia do Flamengo. Segundo o prefeito de Salvador, ACM Neto, as intervenções devem durar três meses.

A requalificação visa acabar também com a retenção de tráfego nas avenidas Luís Viana Filho (Paralela), Carybé e Dorival Caymmi, por conta do atual acesso a Stella Maris. “Hoje só temos a Dilson Jatahy Fonseca, que é mão dupla. A Prefeitura vai construir uma nova avenida, que vai integrar também a orla e a Paralela e se chamará Avenida Alameda Praia do Flamengo. Será feito um grande binário e, com isso, vai ser duplicada a capacidade de trânsito de veículos diariamente na região, resolvendo o problema de quem mora e trabalha nesse trecho de orla, assim como das pessoas que saem de Salvador para a região metropolitana, principalmente nos horários de pico e finais de semana”, explicou ACM Neto.

Mudanças
A Alameda Dilson Jatahy Fonseca, também conhecida como Alameda da Praia e que hoje é mão dupla, passará a ter sentido único após a conclusão das obras com o intuito de acabar com o engarrafamento na avenida Paralela. O reflexo do congestionamento chega impactar quem segue para o aeroporto e para bairros como São Cristóvão, Itapuã e Mussurunga, travando a Paralela já a partir do Bairro da Paz em horários de pico ou aos finais de semana, por conta do acesso à praia.

Já a Alameda Praia do Flamengo, que também hoje é mão dupla, terá sentido único para a orla após as intervenções. Com 10,5m de largura e duas faixas nos cerca de 3,2km de extensão, a via terá o dobro da capacidade de tráfego, ganhando inclusive ciclofaixa e estacionamento com 1.108 vagas após as obras.