Saúde

Caroço que faz bem: saiba quais frutas você pode comer toda

Em alguns casos, o caroço pode até ser mais nutritivo (ter um teor maior de fibras) do que a própria fruta

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O nutriente das frutas nem sempre se faz presente apenas na polpa. Em alguns casos, o caroço pode até ser mais nutritivo (ter um teor maior de fibras) do que a própria fruta. O portal da marca Taeq reuniu cinco opções de fruta que vale a pena consumir integralmente. Confira: 


1- Melancia: tem um alto teor de água e é fonte de cálcio, magnésio, potássio e fibras. O seu consumo pode auxiliar na limpeza e equilíbrio do organismo. Você pode usar as sementes para temperar saladas, iogurtes e incrementar snacks.

2- Mamão: rico em fibras, vitaminas A e C. A fruta tem ação antioxidante e melhora a imunidade. Você pode usar a polpa para fazer sucos, smoothies, geleias ou até mesmo uma receita de doce de mamão. As sementes do mamão, para quem não sabe, são repletas de vitaminas, fibras, minerais e podem ser usadas para incrementar saladas, granolas ou até mesmo caldos e sopas.

3- Uva: ela é rica em vitaminas (A, C e E) e minerais (potássio, cálcio e ferro) que são essenciais para a saúde dos sistemas cardiovascular, digestivo e imunológico.  O caroço da uva, em especial, também é rico em fibras e flavonoides (substâncias antioxidantes) que ajudam a manter o organismo sempre fortalecido. No dia a dia, você pode consumir as uvas in natura integralmente ou usá-las para o preparo de sucos e saladas.

 4- Maracujá: rico em fibras, vitaminas A, C e do complexo B, o maracujá fornece sementes bem nutritivas - fontes de fibras insolúveis e substâncias antioxidantes que contribuem para a saúde do intestino e do organismo como um todo. 

 5- Abacate: rico em ácidos graxos, fibras e outros nutrientes, o caroço da fruta pode (e deve) ser processado, ralado e usado para incrementar iogurtes, molhos, saladas ou até receitas de farofas saudáveis. A casca tem forte ação antioxidante e pode ser usada junto com a polpa no preparo de saladas verdes ou até mesmo chips.