Brasil

Idosa morre em hospital por falta de médico para atendê-la

Médica responsável pelo plantão teria contratado outro colega para trabalhar por ela

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma mulher de 75 anos morreu após dar entrada em um hospital, em Santo Antônio da Barra (Goiás), e não encontrar médicos para fazer o atendimento.  De acordo com informações do G1 Goiás, a médica responsável pelo plantão teria contratado outro colega para trabalhar por ela, que por sua vez passou a função a um estagiário e ele foi embora antes do horário. O caso aconteceu no dia 15 de maio.

Ainda segundo o G1 GO, a prefeita da cidade, Sirleide Ramos Ferreira, exonerou a médica responsável pelo plantão assim que tomou conhecimento do caso. A prefeita contou que a médica era a única que tinha contrato com o município para trabalhar no local e que, devido a isso, foi exonerada.

“Fiquei sabendo pela manhã e a diretora do hospital me ligou chamando lá. Conversei com as enfermeiras da noite, que relataram o caso. No horário que a paciente chegou, o médico já tinha ido embora”, contou Sirleide em entrevista ao G1.



O caso será investigado pela Polícia Civil e, se ficar comprovado que houve negligência, os envolvidos podem responder por homicídio culposo.

A defesa dos médicos envolvidos ainda não foi identificada. Em contato com o G1, o Conselho Regional de Medicina de Goiás (Cremego) disse que, devido ao feriado municipal em Goiânia, não teria como consultar se já há alguma investigação contra os envolvidos.