Brasil

Padrasto é preso após ter cortado orelha de enteado de 4 anos

Suspeito disse que estava bêbado no momento em que agrediu a criança e confessou o crime

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um homem de 28 anos foi preso na madrugada desta quarta-feira (19) após ser acusado de agredir e cortar a orelha do enteado de quatro anos. O crime aconteceu em Jandaia (GO). As informações são do G1 Goiás.

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Em entrevista ao G1, a Polícia Militar informou que a vítima foi encontrada em casa com hematomas no olho, boca e barriga e com a orelha esquerda parcialmente cortada.
 
“A equipe recebeu uma denúncia anônima de que uma criança estava chorando muito, parecendo que estava sendo agredida. A equipe foi lá, chamou várias vezes e, sem resposta, pularam o muro e acharam a criança muito machucada”, contou o sargento da Polícia Militar Ademir da Guia Amaral.

A TV Anhanguera entrou em contato com o hospital para onde a criança foi levada pelo conselho tutelar e foi informado que o estado de saúde do menino é estável.

“Ele disse que estava muito embriagado e não se lembra como bateu, só lembra que o menino estava sangrando muito, ficou come medo de ser preso e saiu da casa, querendo fugir. Admitiu que bateu no enteado, mas disse que estava muito bêbado e não lembra o motivo”, disse o delegado Daniel Gustavo Gonçalves Moura ao portal G1.

Ainda segundo o delegado, o suspeito foi levado para o presídio e irá responder pelo crime de tortura.