Brasil

Saiba como declarar ganhos do Airbnb no Imposto de Renda 2019

A vantagem é poder descontar as despesas

Letycia Cardoso, da Agência O Globo

Quem aluga um apartamento ou uma casa por temporada também deve declarar os ganhos no Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. De acordo com o auditor fiscal da Receita Federal Leônidas Quaresma, se o valor recebido por mês for inferior a R$ 2 mil, há isenção de imposto. Então, basta relacionar na ficha "Rendimentos Tributáveis Recebidos de PF/Exterior", na coluna Aluguel, separando os recebimentos nos meses adequados.

Caso o ganho supere R$ 2 mil mensais, é necessário ter feito o pagamento via Carnê Leão — um meio de recolhimento mensal obrigatório para o contribuinte que recebe rendimentos pagos por pessoas físicas ou vindos do exterior, já que não ha desconto de imposto na fonte. A vantagem é poder descontar as despesas como gastos com condomínio ou taxa de administração do site de anúncio do aluguel, como Airbnb.

No programa IRPF 2019, o contribuinte que pagou Carnê Leão poderá relacionar os ganhos na coluna Aluguel e, no canto direito, na coluna Darf, informar o quanto já pagou de imposto ao longo do ano. Quem faturou mais de R$ 2 mil por mês e não antecipou esse pagamento vai sofrer a mordida do Leão quando fizer a declaração de ajuste anual deste ano.