Romário não suporta umidade de nível de deserto e passa mal em MT


O deputado federal Romário de Souza Faria (PSB-RJ) passou mal, nesta tarde de segunda-feira (15), em Cuiabá, no dia que a umidade relativa do ar chegou a 12%, nível equivalente ao de deserto, e a temperatura alcançou 39º. Romário veio até a capital de Mato Grosso para participar do Fórum Legislativo das Cidades Sedes da Copa do Mundo de 2014 e avaliar o andamento das obras.

O atacante aposentado não conseguiu acompanhar os demais parlamentares em visita às obras da Arena Pantanal, estádio que está sendo construído para receber os jogos da Copa. “Só não pude acompanhar [a visita] porque o calor é brabo. Me pegou meio desprevenido. Quando falar em calor, prefiro sunga em vez de terno”, disse, em coletiva à imprensa, cerca de 15 minutos após deixar o repouso em uma sala com ar-condicionado.

O ex-jogador e atual vice-presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados avaliou a capital positivamente. Apesar de não ter ido até o canteiro de obras, Romário fez questão de afirmar que o estádio está bem estruturado em relação aos demais que estão sendo erguidos em outros estados brasileiros. “Em relação ao estádio, coloco como ótimo. Esse vai ser um dos estádios mais modernos que vamos ter. No que diz respeito a minha área, o futebol, aqui em Cuiabá tá muito bem no contexto do país”, disse. As informações são do G1.