Tecnologia

Saiba como se proteger do golpe na prova de vida do INSS

Na ligação fraudulenta, são informados todos os dados pessoais da vítima e é enviada uma mensagem, por WhatsApp

Stephanie Tondo, da agência O Globo

Novo golpe, dessa vez com prova de vida on-line. De acordo com Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) criminosos ligam para aposentados e pensionistas orientando a realização da comprovação para a renovação do benefício, por meio digital. Antes de desligar, dão a última cartada: pedem para que seja enviada foto de um documento.

A autarquia tomou conhecimento do golpe por denúncias de segurados. Na ligação fraudulenta, são informados todos os dados pessoais da vítima e é enviada uma mensagem, por WhatsApp, pedindo para que o beneficiário envie imagem do documento para finalizar o processo.

Os dados pessoais dos segurados podem ser obtidos pelos fraudadores de diversas formas, como através do cadastro voluntário das vítimas em sites falsos criados com o propósito de roubar informações pessoais. A técnica é conhecida como phishing (pescar, em inglês). Ou, ainda, através do vazamento ilegal de dados de instituições financeiras, empresas e cadastros do governo.

— Hoje existe uma série de vazamentos de dados, então os criminosos já têm basicamente todos os dados da vítima. Tudo que precisam é de um documento digitalizado para completar a solicitação de cartão de crédito ou para abrir conta digital, por exemplo — explica Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil.

O INSS recomenda que o segurado não dê nenhuma informação por telefone. “Fornecer dados a golpistas é perigoso, uma vez que eles podem usar as informações pessoais para cometer outros atos ilícitos, como empréstimos consignados não autorizados pelo segurado”, esclareceu o instituto, ressaltando que não faz contato por telefone para procedimento de prova de vida.


O governo anunciou que a prova de vida digital já está disponível para 5,3 milhões de beneficiários, mas com a pandemia, o procedimento só voltará a ser obrigatório nos bancos em maio. Aqueles que estiverem aptos a fazer o procedimento por meio de biometria facial são informados pelo INSS por meio de SMS, e-mail, pelo portal ou pelo aplicativo Meu INSS.