Capacitação

Salvador Tech oferece 80 cursos gratuitos e online; saiba mais

Cursos de capacitação tem carga horária que varia de 20h a 30h

Redação iBahia
14/02/2022 às 18h55

2 min de leitura

Fotos: Jefferson Peixoto/Secom

Na última quarta-feira (9), a Prefeitura da capital baiana lançou o Salvador Tech, plataforma que objetiva promover a inclusão digital e social dos cidadãos, por meio da oferta de cursos gratuitos. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), órgão que coordena o Salvador Tech, o programa nasce oferecendo, inicialmente, 80 cursos on-line, com carga horária que varia de 20h a 30h. O número de capacitações tende a crescer conforme a adesão de novos parceiros.

No site da plataforma, os usuários podem buscar as capacitações em quatro trilhas de aprendizagem: básica, carreiras, softskill/habilidades interpessoais e técnicos.

São diversas opções em diferentes áreas, como português e gramática, estatística, funções, inglês, lógica de programação, gerenciamento de projetos, tendência e inovação, tecnologia e inovação, entre outras. 

Na plataforma, os inscritos também podem consultar as oportunidades disponíveis e se candidatar aos processos seletivos de empresas. 

“São cursos gratuitos para que as pessoas escolham uma carreira tecnológica. Às vezes, há o estereótipo de que é difícil, que tem muita matemática. Não é verdade. Qualquer pessoa pode começar a estudar. A plataforma é um excelente primeiro passo para as pessoas vislumbrarem novas oportunidades”, destaca o fundador da Cubos Academy, José Messias Jr.

O engenheiro-chefe de Desenvolvimento de Produto da Ford, Gustavo Schiavotelo, ressaltou que a empresa também está inserida nesse ecossistema digital que o Salvador Tech está abrangendo, dando à população acesso à educação de qualidade.

“Salvador é bem conhecida pelo turismo e outras grandes qualidades, mas é possível crescer nesse cenário tech, onde há grandes talentos, oportunidades para brilhar e criar soluções de impacto local e global”, acrescenta o executivo.

A iniciativa conta com o apoio de entes privados e terceiro setor.