Cinema

"Não gostei", diz Leo Maia sobre cinebiografia do pai

O filho de Tim Maia ainda aproveitou para falar que o diretor criou por conta própria algumas mentiras

Redação iBahia (agenda@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Leo Maia, filho de Tim Maia, falou em entrevista ao Glamurama, que o filme da história de seu pai, de Mauro Lima, não representou bem quem era Sebastião Rodrigues Maia. Para ele, Tim foi demonstrado com um olhar diferente do que tinha. “Não gostei, o filme fala mal do meu pai, não retrata a beleza da vida dele. Ele não tinha um olhar de ódio.Ele era maluquinho e fazia as loucuras dele, mas o Mauro deu honraria para pessoas que nunca fizeram nada”, disse Leo que fez um show de tributo ao seu pai, na última sexta-feira (20), em São Paulo.Ainda sobre pessoas que fora valorizadas na produção, Charles cita Fabio (personagem vivido por Cauã Reymond e Paulinho da Guitarra. “O Fábio, por exemplo, nunca foi nada. Entre as pessoas que realmente fizeram parte da história do meu pai está o maestro que o acompanhou, o mais chegado, era Paulinho Guitarra, que hoje toca com Ed Motta. O diretor criou por conta própria essas mentiras. Em momento algum ele fala algo bom do meu pai, que, por exemplo, ajudou muita gente. Isso não é retratado no filme”, disparou.