Após tapa de Will Smith, Chris Rock recusa convite para apresentar Oscar em 2023


Foto: Netflix

O comediante Chris Rock disse, durante um show no último domingo, ter recusado um convite para apresentar a cerimônia do Oscar no ano que vem, segundo o jornal americano The Arizona Republic. Em março deste ano, Rock levou um tapa no rosto após fazer uma piada com a mulher de Will Smith, Jada Pinkett Smith.

Por conta da agressão, o ator americano foi suspenso da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas por um período de 10 anos.

Chris Rock falou sobre o convite durante uma apresentação de seu show de stand up na cidade de Phoenix, no estado do Arizona. Ele comparou a decisão, que disse ter sido fácil de tomar, com o assassinato da ex-mulher do jogador de futebol americano O.J Simpson. Segundo Rock, voltar ao Oscar seria como fazer Nicole Brown Simpson retornar ao restaurante em que a história de seu assassinato teve início.

Em um show no final de julho, Chris Rock já havia voltado a falar do episódio:

— Qualquer um que diga que as palavras machucam nunca levou um soco na cara —, disse o comediante no Madison Square Garden, em Nova Iorque.

Na cerimônia de premiação da Academia, em março, Smith subiu ao palco para dar um tapa em Rock após uma piada sobre o cabelo raspado de sua esposa, Jada Pinkett Smith, que sofre de alopecia. Após a agressão, Smith pediu desculpas e renunciou à Academia em 1º de abril. Uma semana depois, a Academia decidiu banir o ator das cerimônias do Oscar pelos próximos 10 anos.

Leia mais sobre Mundo no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias

Veja também: