Mais Esportes

Com linhas retas e degrau no bico, Ferrari lança seu carro para 2012

Equipe italiana admite que modelo não é 'esteticamente agradável', mas confia que ele será capaz de levar Fernando Alonso e Felipe Massa às vitórias

Globoesporte.com (esportes@portalibahia.com.br)
Pontos positivos do antigo carro foram aproveitados

Após ser obrigada a cancelar a festa de lançamento por causa da nevasca que castiga a Itália, a Ferrari exibiu seu novo carro via Internet nesta sexta-feira. O modelo, batizado de F2012,  foi apresentado com a presença do presidente da equipe, Luca di Montezzemolo, e dos pilotos Fernando Alonso e Felipe Massa. De acordo com a escuderia italiana, o F2012 parte de um conceito muito diferente de seus antecessores, e que marca uma mudança de mentalidade por parte de toda equipe em busca de vitórias.


Em um comunicado oficial, a equipe explicou que as principais mudanças em relação ao modelo adotado em 2011 foram aplicadas na posição dos escapamentos, na redistribuição de peso, no mapeamento eletrônico do motor e na altura do chassi na parte dianteira Este, aliás, é o ponto que fez o time admitir,  no texto, que o carro não é exatamente bonito.


"O nariz tem um degrau que não é esteticamente agradável. Como a exigência do novo regulamento para abaixar a parte da frente, esta era a maneira de elevar a parte inferior do chassi, o tanto quanto possível, por razões aerodinâmicas", explicou a equipe na nota publicada em seu site.


Mesmo com tantas mudanças, o diretor esportivo Stefano Domenicali ressalta que os pontos positivos do antigo carro foram aproveitados no novo projeto, e reclamou do pouco tempo que o time teve para o desenvolvimento. "Temos muitas novidades no aspecto técnico, tanto na parte mecânica quanto no desenho do carro. Mas queríamos dar alguma continuidade, e espero que alcancemos a melhor performance. Tivemos apenas 12 dias para trabalhar no carro a partir da definição dos novos pneus", comentou o dirigente.


Felipe Massa, que vem de um ano bastante complicado, confia que o novo modelo poderá levá-lo de volta ao pódio. O jejum já dura mais de um ano, desde o GP da Coreia de 2010. Será um ano decisivo para o brasileiro, que terá que mostrar resultados equivalentes ao de seu companheiro Fernando Alonso caso queira continuar como titular do time.


"É um carro muito agressivo. Nós mudamos muito, é uma nova ideia, e ainda há muito a evoluir. Estou confiante de que podemos ter uma temporada competitiva do início ao fim, aora é trabalhar bastante nos testes para o desenvolvimento, para levar a máquina vermelha aos primeiros lugares. Será ano especial para mim e para toda a equipe. Nós queremos lutar pelo campeonato, e realmente quero começar bem e terminar ainda melhor", disse o brasileiro.


Fernando Alonso também ressaltou o perfil ousado do novo modelo, e pregou a união da equipe em busca de um objetivo claro: deter a RBR e voltar a disputar o título. O espanhol venceu apenas uma corrida em 2011. "O carro é muito diferente, mas inicio meu terceiro ano no time com a mesma determinação para fazer o melhor, e espero que consigamos subir bastante ao pódio, vencendo corridas. Eu digo aos fãs que vamos lutar pelo título, mas devemos estar unidos e determinados. É uma honra e uma grande responsabilidade guiar uma Ferrari", elogiou o bicampeão mundial de Fórmula 1.