Futebol

Empresa alemã investiga suspeita de propina da Copa 2014

A Bilfinger divulgou um comunicado neste domingo dando explicações sobre o assunto

- Atualizada em

Redação Goal
A Bilfinger, empresa alemã de engenharia e serviços, divulgou um comunicado neste domingo informando que investiga denúncias de propina relacionadas à Copa do Mundo 2014, no Brasil.

De acordo com a nota, existe a suspeita de que empregados de uma subsidiária pagavam funcionários públicos do Brasil. Teriam sido feitos contratos de 6 milhões de euros (R$ 21 milhões) para equipar centros de controle de segurança.

"A alegação refere-se a suspeita de pagamentos de suborno de funcionários de uma empresa Bilfinger no Brasil a funcionários públicos e empregados de empresas estatais", diz.

"As suspeitas estão substanciadas. A investigação, no entanto, ainda não está completa. Caso a precisão das alegações seja confirmada, a Bilfinger tomará medidas no que diz respeito ao staff e vai dar início a medidas legais", completa.

O comunicado da Bilfinger foi feito após o jornal Bild ter publicado que a afiliada Mauell pagou propinas maiores do que 20 milhões de euros.