Futebol

Seleção vai à Copa com apenas três jogadores que atuam no Brasil

Número de atletas dos clubes brasileiros é menor que no Mundial de 2014

Gabriel Rodrigues, do Correio 24 horas
A lista dos convocados para a Copa do Mundo 2018 foi anunciada na tarde desta segunda-feira (14), pelo técnico Tite, na sede da CBF, no Rio de Janeiro, e não teve grandes surpresas. Os atletas convocados seguem a base dos times que o treinador usou desde que assumiu o cargo, em junho de 2016.
A composição do elenco de 23 jogadores é formada por maioria absoluta de atletas que atuam no exterior. Apenas três jogam no futebol brasileiro, todos de defesa. São eles: o goleiro Cássio, o lateral-direito Fágner, ambos do Corinthians, e o zagueiro Pedro Geromel, campeão da Libertadores com o Grêmio.
O número é o mesmo das Copas de 2006, na Alemanha, e 2010, na África do Sul. Mas é menor do que o apresentado há quatro anos, na Copa realizada no Brasil, quando o então técnico Luiz Felipe Scolari chamou quatro atletas de times brasileiros. 
Quando levantou o último título, em 2002, no Mundial da Coreia do Sul e do Japão, o time, que também era treinado por Felipão, contava com 12 atletas de times brasileiros. Entre eles Marcos, Gilberto Silva e Kleberson na equipe titular.
Questionado sobre o assunto, o técnico Tite afirmou que a concorrência faz com que os grandes jogadores deixem o país para os principais centros europeus. "É inevitável e é injusta a concorrência que nós temos para manter os jogadores aqui. Gabriel Jesus é um exemplo disso. Você viu o quanto o Palmeiras estava 'vamos manter, vamos manter', conseguiu segurar até o final do ano, mas chegou o Manchester City e não tem jeito. Chega em um determinado ponto que o investimento é muito alto. O próprio atleta escolhe", explicou Tite.
Domínio inglês  
Entre os outros 20 jogadores, apenas um atua fora do continente europeu. É o meia Renato Augusto, que joga no Beijing Guoan, da China. Já o time que mais cedeu jogadores para a Seleção foi o Manchester City, atual campeão inglês, com quatro: Ederson, Danilo, Fernandinho e Gabriel Jesus.
Com a ausência do baiano Daniel Alves, que ficou fora após sofrer uma grave lesão no joelho, o PSG aparece logo depois do City, com três jogadores (Marquinhos, Thiago Silva e Neymar).
A Seleção se apresentará no dia 21 de maio, na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro. No dia 27 o time embarca para Londres, onde ficará em período de treinos até seguir para Sochi, casa do Brasil na Rússia, no dia 11 de junho. Durante a preparação, o time canarinho fará dois amistosos, contra a Croácia, no dia 3 de junho, em Liverpool, e Áustria, em Viena, no dia 10. 
Cabeça de chave do grupo E, o Brasil estreia na Copa do Mundo contra a Suíça, no dia 17 de junho, na cidade de Rostov. Na primeira fase, o time ainda encara a Costa Rica, em São Petersburgo, no dia 22, e a Sérvia, no dia 27, em Moscou.