Futebol

Um dia após homenagem, morre mãe do meia Willian, da seleção

A mãe do jogador sobreviveu com câncer na cabeça por dois anos

Redação Correio 24h
Dona Zezé, mãe do meia Willian, da Seleção Brasileira, morreu na tarde desta quarta-feira (12), um dia após o jogador marcar um gol com a equipe nacional pelas Eliminatórias e homenageá-la na Venezuela. Ela sofria com um câncer na cabeça. Depois de marcar ontem, Willian, que tem sido reserva e entrou como titular por conta da suspensão de Neymar, foi cumprimentado por todos os jogadores. Ele dedicou o gol à mãe. "Fico muito feliz pelo gol. Eu tinha feito contra a Venezuela também em Fortaleza, e hoje tive a felicidade de fazer um gol aqui. Vai para minha mãe que está no hospital, minha esposa e minhas filhas, e os familiares que torcem por mim", afirmou ao SporTV.
Willian fez homenagem à mãe em setembro (Foto: Reprodução/Instagram)
A mãe do jogador sobreviveu com a doença por dois anos. Segundo o Uol, Dona Zezé passou por cinco cirurgias e sessões de quimioterapia para tentar superar a doença. Na última semana, ela sofreu uma piora.Em setembro, Willian usou uma folga para visitar a mãe e fez um raro desabafo nas redes sociais. "Hoje foi dia de visitar e passar o dia todo ao lado dessa guerreira. Lá se vão dois anos e meio de muita luta, cirurgias na cabeça, sessões de químio e internações não são fáceis, mas você está sendo muito forte. E é essa força que eu tenho buscado todos os dias quando levanto, para trabalhar. Acompanhar essa sua batalha de longe, não era o que eu queria e se eu pudesse ficaria vinte quatro horas ao seu lado lhe dando todo amor, carinho e força para você sair dessa, mas infelizmente a minha profissão não me permite", disse.
Correio24horas