Mundo

Adolescente é preso após estrangular e esfaquear a própria mãe

Patologista descobriu que a vítima foi estrangulada com tanta ferocidade que sua caixa vocal foi fraturada e ela sofreu hemorragias que levaram a sangramento nos olhos e rosto

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um adolescente de 17 anos, identificado como Rowan Thompson, ligou para polícia para dizer que deveria ser preso por ter matado a mãe e que eles deveriam trazer "um saco para cadáveres". O caso aconteceu no ano passado, em Winchester, na Inglaterra. Ao ser preso por suspeita de assassinato, ele disse: "acho que é mais do que suspeita. Brilhante, preciso de algemas?". As informações são do jornal britânico Mirror.

De acordo com o jornal, no inquérito consta que ele matou a Joanna estrangulando-a e depois a esfaqueou várias vezes. Após admitir o homicídio, o adolescente foi encontrado morto em uma instalação psiquiátrica antes que pudesse ser julgado por assassinato.

O patologista, Dr. Basil Purdue, descobriu que a senhora Thompson, de 50 anos, foi estrangulada com tanta ferocidade que sua caixa vocal foi fraturada e ela sofreu hemorragias que levaram a sangramento nos olhos e rosto.

A irmã da vítima, Sophie Rugge-Price, falou sobre a relação de Rowan com a mãe. Nos últimos dois ou três anos, Rowan estava começando a mostrar sinais de estar abatido e estava deprimido e com tendências suicidas. Rowan mudou seu nome e sexo, ele tinha reatribuiu-se como não tendo nenhuma sexualidade. Ela [Joanna] sempre falava em pisar em ovos em torno dele. Ele ficava chateado com as coisas e ela nunca tinha certeza do que o aborrecia e do que não", relatou. 

No tribunal, o pai de Rowan Thompson, Marc Thompson, disse que um psiquiatra de defesa tinha uma opinião diferente e disse que Thompson estava sofrendo um episódio psicótico. O adolesente morava com o pai e a madrasta e havia viajado para visitar a mãe.