Mundo

Homem é condenado por estrangular e cortar a garganta da namorada

Louise Aitchison tinha um ferimento na garganta de quase 20 centímetros

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um homem de 36 anos, identificado como Daryll Paterson, foi condenado por assassinar a parceira, de 33, estrangulada e depois cortar sua garganta. O crime aconteceu em abril do ano passado, em Park Terrace, East Kilbride, na Escócia. De acordo com informações do jornal britânico Daily Mail, o assassinato foi motivado por uma briga do casal, quando ambos haviam ingerido bebida alcoólica. 

A polícia encontrou o corpo da vítima, Louise Aitchison, coberto com um lençol em um quarto. Além disso, três facas foram achadas no apartamento do casal. Eles estavam juntos desde 2019. 

Louise Aitchison tinha um ferimento na garganta de quase 20 centímetros e também uma fratura em um dos ossos do pescoço. Exames apontam que o feriemnto no pescoço foi a causa da morte. 

Depois do crime, o rapaz foi até a casa de um amigo contar o que aconteceu e também conversou com a irmã. A polícia foi acionada e ele foi preso. 

Ainda segundo o jornal, Daryll se confessou culpado no no Supremo Tribunal de Glasgow. 

"Ele realmente não tem uma lembrança clara de como isso aconteceu. Tem vários instantâneos. Ele aceita que os dois beberam uma quantidade considerável, havia claramente algum tipo de discussão que ganhou ímpeto e saiu do controle", disse o QC de defesa Donald Findlay ao tribunal.