Saúde

Carne vermelha não traz prejuízos à saúde, indica estudo

Resultado, no entanto, não foi bem recebido pela comunidade científica

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

É comum ouvir que a carne vermelha faz mal para a saúde. Um estudo de cientistas da Universidade de Dalhousie, no entanto, parece indicar o contrário. O jornal americano The New York Times publicou que, de acordo com o resultado, a redução do consumo da carne não interfere significativamente na redução de riscos de problemas no coração e de câncer.

Foto: Pixabay/Reprodução

Os estudiosos afirmaram que benefícios na saúde das pessoas que reduzem o consumo de carne vermelha são pequenos e só poderiam ser observados em avaliações com grandes populações. Logo, não haveria evidências para que a medicina recomendasse a diminuição da carne vermelha na dieta.

O resultado do estudo gerou controvérsias na comunidade científica. A Associação Americana do Coração, a Sociedade Americana do Câncer e a Escola de Saúde Pública de Harvard T.H. Chan disseram que não concordam com a pesquisa realizada, de acordo com a Revista Exame.



Além dessas instituições, outros grupos ligados ao vegetarianismo, como o Physicians Committee for Responsible Medicine, se mostraram contra o resultado publicado.

A pesquisa foi feita por 14 pesquisadores de sete países e durou três anos. Foram usados 61 artigos sobre 55 populações, com mais de quatro milhões de participantes. Outros 73 artigos que ligavam carne vermelha com o surgimento de câncer também foram considerados, além de testes de ligação da carne vermelha com problemas de coração.