Saúde

Clareamento dental tem diversos tipos; conheça-os

Técnica é usada por diversas pessoas que querem a cor original dos dentes

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Não é difícil encontrar pessoas que querem ter um "sorriso de propaganda de creme dental". O caminho mais comum para isso é a busca pelo clareamento dental. O procedimento visa restaurar a cor original dos dentes por meio da utilização de agentes clareadores e técnicas diferenciadas e adaptadas para as necessidades de cada paciente.

O procedimento tem diversos tipos e não é indicado só para pessoas que sofrem com o amarelamento dos dentes ou que os tem originalmente escurecidos. "Além da idade, outros fatores contribuem para o escurecimento dos dentes, como má escovação, consumo de alimentos como vinho, suco de uva, refrigerante de cola ou café em excesso, além do uso de medicamentos, entre outros", afirma o dentista da Spazio Oral, José Medeiros Filho.

Veja os tipos e técnicas mais comuns:

1. Clareamento Caseiro

O procedimento caseiro é um dos métodos mais conhecidos de clareamento dental. Nele, o dentista orienta o processo e indica o desenvolvimento e uso de uma moldeira personalizada de silicone para que o próprio paciente faça a aplicação do gel clareador. Essa técnica é um pouco mais longa do que as realizadas em consultório e pode durar até três semanas, exigindo a colaboração do paciente para um resultado satisfatório do tratamento.

2. Clareamento no consultório

Neste procedimento, o dentista também utiliza um gel clareador, mas em concentrações mais elevadas do que no método caseiro. Por isso, os resultados costumam ser mais rápidos, sendo possível notá-los em três ou quatro sessões. “O paciente realiza uma etapa do tratamento no consultório e recebe um kit com todos os produtos para continuar o processo e potencializar os resultados, além do pacote de manutenção preventiva do clareamento”, destaca Dylton Neto, dentista.

3. Clareamento a Laser

Este tipo de clareamento é realizado com um gel clareador e potencializado com o uso do laser. O que acontece é que, ao usar essa luz, a permeabilidade do produto aumenta, permitindo que ele atinja espaços ainda mais precisos no esmalte dentário. Por ser mais potente, o tratamento é mais eficaz e também exige menos visitas ao dentista, sendo que em duas a três sessões já é possível notar os resultados.

Para os pacientes que sofrem com problemas periodontais, a periodontista Renata Barbosa explica que é completamente possível realizar o clareamento dental desde que a doença esteja controlada e sob acompanhamento profissional. “O procedimento precisa ser realizado com todo o cuidado e preservar o máximo da gengiva. Depois do tratamento, o paciente também precisa ter como prioridade está a atenção redobrada com a medidas básicas de higiene bucal”, explica a dentista.

Pacientes periodontais geralmente têm muitas recessões gengivais, destaca Renata. “No clareamento de consultório é possível proteger essas regiões evitando assim a ocorrência de maior sensibilidade dental durante o clareamento. O clareamento de moldeira não permite a proteção dessas regiões de recessão gengival”.

4. Clareamento com Luz Ultravioleta

Semelhante ao clareamento a laser, esse procedimento utiliza a luz ultravioleta, que intensifica a ação do gel clareador. Um dos diferenciais é que esse tipo de tratamento, também é capaz de reduzir a sensibilidade dentária após o procedimento. Embora o tratamento dependa muito das características de cada paciente, em geral, a aplicação da luz ultravioleta leva em torno de 20 minutos e os resultados são notados mais rapidamente, entre a segunda e a terceira sessão. 

O clareamento também é uma ótima opção para pacientes que estão finalizando tratamentos ortodônticos, explica a ortodontista Júlia Torres. “A ortodontia caminha muito próxima da manutenção estética porque a gente consegue ter pacientes mais motivados com o tratamento ortodôntico. Além disso, o clareamento é indicado após longos tempos de uso de aparelhos dentários, principalmente os fixos, pois ajuda a uniformizar os tons dos dentes e dar o toque final, melhorando a aparência do sorriso”.