Salvador recebe seminário gratuito sobre trajetória dos Salões de Artes Visuais


Em comemoração aos 30 anos dos Salões de Artes Visuais da Bahia, a Fundação Cultural (Funceb), realizará o seminário Ecos Periféricos entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro, com entrada gratuita, no Museu de Artes da Bahia, no Corredor da Vitória.

O salão criado em 1922 é um dos maiores incentivo à criação e difusão de produção artística e dinamização dos espaços expositivos do Estado da Bahia. A programação especial foi organizada para apresentar ao público a diversidade da atual produção baiana.

Na quarta-feira (31), o local recebe o artista plástico e crítico de artes, Justino Marinho, que 1992 foi em um dos criadores dos Salões de Artes Visuais da Bahia, junto a outros nomes como Juraci Dórea, Eduardo Evangelista, Edson Calmon, Reynaldo Nunes e Marise Veloso.

O grupo abordará a história e o legado deixado pelo salão. Justino ainda contará detalhes sobre os desafios da construção de um Salão de Artes na década de 1990, além da construção e curadoria de todas as demais etapas e edições ao longo dos anos.

Na quinta-feira (1º), as mesas terão a presença de artistas visuais de Vitória da Conquista, Rogéria Maciel, com o tema: “Processos e trajetórias a partir dos Salões de Artes Visuais da Bahia: Uma conversa entre artistas”, e do artista visual Maxim Malhado, da cidade de Massarandupió, com o tema: “…vou viver lá adiante…” – Trajetórias em torno dos Salões de Artes Visuais da Bahia”.

Encerrando, o historiador Luiz Freire, ampliará a discussão sobre o percurso do modernismo baiano, incluindo o tema do seminário e as comemorações aos 100 anos da Semana de Arte Moderna.

Leia mais sobre Salvador no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias

Veja também: