Bahia

Toque de recolher é tema de discussão hoje em Salvador

Projeto polêmico, que já é lei em Feira de Santana, poderá avançar por outras cidades da Bahia

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Determinar expressamente um horário para que crianças e adolescentes estejam em casa. Uma medida que, para alguns, é necessária no combate à violência e que, para outros, se configura como uma violação do princípio constitucional do direito de ir e vir de qualquer pessoa independente da idade. Pensando em esclarecer e debater a validade do chamado "Toque de recolher", será realizado hoje, dia 2 de setembro, em Salvador, um debate com especialistas de todo o Brasil. O projeto é uma realidade já vivenciada em Feira de Santana e poderá avançar por outros municípios baianos. O evento, marcado para às 8h, no Palácio da Aclamação, tem como convidados o assessor do presidente do Conselho Nacional de Justiça, Daniel Issler, o membro do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Diego Vale, a promotora de justiça Millen Castro e a defensora pública geral da Bahia, Maria Célia Padilha. Além da presença da sociedade civil, são esperados Conselhos de Direitos, Conselhos Tutelares, e outras organizações ligadas à criança e ao adolescente.