Mais sete casos de varíola dos macacos são confirmados na Bahia


Varíola dos macacos
Foto: Journal of Veterinary Sciences

Mais sete casos de varíola dos macacos (monkeypox) foram confirmados na Bahia, neste sábado (27). Os registros são de residentes de Salvador (3), Itabela (1), Lauro de Freitas (2) e Teixeira de Freitas (1).

Com os novos registros, o estado baino chegou a 52 casos confirmados da doença. No total são 38 em Salvador, 2 em Lauro de Freitas, 2 em Santo Antônio de Jesus, 1 em Cairu, 1 em Conceição do Jacuípe, 1 em Feira de Santana, 1 em Ilhéus, 1 em Itabela, 1 em Juazeiro, 1 em Maracás, 1 em Mutuípe, 1 em Teixeira de Freitas e 1 em Xique-Xique.

Além dos confirmados, a Bahia tem notificados 95 casos suspeitos que aguardam diagnóstico laboratorial.

Varíola dos macacos

Popularmente conhecida como varíola dos macacos, Monkeypox é uma zoonose viral, do gênero Orthopoxvirus, da família Poxviridae, que se assemelha à varíola humana, erradicada em 1980.

A doença cursa com febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, adenomegalia, calafrios e exaustão.

A infecção é autolimitada com sintomas que duram de 2 a 4 semanas, podendo ser dividida em dois períodos:

  • Invasão, que dura entre 0 e 5 dias, com febre, cefaleia, mialgia, dor das costas e astenia intensa.
  • Erupção cutânea, que começa entre 1 e 3 dias após o aparecimento da febre e tem características clínicas semelhantes com varicela ou sífilis, com diferença na evolução uniforme das lesões.

Leia mais sobre Bahia em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.