DHPP realiza mega operação contra quadrilhas especializadas em homicídios e tráfico de drogas na Bahia


Foto: Ascom PC/ Natália Verena

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), realiza na manhã desta quinta-feira (15) uma mega operação contra quadrilhas especializadas em homicídios e tráfico de drogas na Bahia. De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP BA), mais de 400 policiais estão mandados de prisão e busca e apreensão contra grupos nos bairros de Valéria e Castelo Branco em Salvador, municípios da Região Metropolitana e no interior do estado.

Até o momento, seis envolvidos já foram presos e dois morreram, durante troca de tiros com os policiais. Intitulada como ‘Operação Araitak’, a ação é resultado de uma investigação que iniciou há mais de um ano como explicou a diretora do DHPP, delegada Andréa Ribeiro. “Os mandados decorrerem das investigações que tramitam há mais de um ano, com foco no combate às organizações criminosas que impactam em Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) nas áreas conflagradas, identificadas no plano estratégico do Departamento de Homicídios.”

A operação conta com o apoio operacional da Coordenação de Operações Especiais (COE), Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), Departamento de Polícia do Interior (Depin), Departamento de Investigação Policial (DIP), Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) Assessoria Executiva de Operações Judiciária (AEXPJ) e Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter).

Foto: Ascom PC/ Natália Verena

A ação também conta com a participação de equipes da Superintendência de Inteligência (SI/SSP), Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a Polícia Militar, por meio das unidades do Bope, CPE, COPPM, Patamo, Cipe Polo, CPRC Central, CPRC BTS, Rondesp, Esquadrão Águia, BPRV Tor, as 18ª, 19ª, 31ª, 47ª Companhias Independentes de Polícia Militar auxilia nas diligências.

No processo da investigação, o DHPP também contou com a parceria do Ministério Público da Bahia – através do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) e Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa da Comarca de Salvador (Vorcrim).

Prisões

Oito pessoas já foram presas. De acordo com a polícia, ao chegar na localidade de Castelo Branco, os policiais foram recebidos a tiros e dois homens, com mandado de prisão em aberto, foram alvejados e encaminhados para o hospital. Eles não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

“Todos os alvos já encontrados são bastante sensíveis e integram uma organização criminosa com atuação na capital e no Recôncavo baiano, nossas equipes seguem no terreno para localizar todos os envolvidos”, explicou a delegada.

Os outros quatro, que também possuem mandados, seguem custodiados. Já os outros dois, tiveram os mandados cumpridos no Sistema Prisional.

Foto: Ascom PC/ Natália Verena
Foto: Ascom PC/ Natália Verena

Leia mais sobre Bahia no ibahia.com e siga o portal no Google Notícias