Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > bahia
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Explosão de fábrica de fogos

DPU faz acordo para indenizar vítimas de explosão de fábrica na Bahia

Caso aconteceu em 1998 e Brasil foi condenado pela morte de 64 pessoas pela Corte Interamericana de Direitos Humanos em 2020

Redação iBahia • 01/08/2023 às 11:58 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					DPU faz acordo para indenizar vítimas de explosão de fábrica na Bahia
Foto: TV Bahia

A Defensoria Pública da União (DPU) inicia nesta terça-feira (1) um mutirão de atendimento aos familiares e as vítimas da explosão da extinta fábrica de fogos de artifício “Vardo dos Fogos”, em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano.

O mutirão, que tem como objetivo realizar os acordos para os pagamentos das indenizaçoes, está sendo realizado na unidade do Ministério Público do Trabalho (MPT) de Santo Antônio de Jesus, que fica localizada na Rua Coronel Jovino Amâncio, nº 67, Centro.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

O atendimento acontece das 9h às 16h e vai até a quinta-feira (3).

Ao todo, quatro defensores públicos federais foram escalados para fazer os atendimentos e apresentar os termos dos acordos as vítimas e aos familiares.

Relembre o caso

Em 1998, a fábrica de fogos de artifício Vardo dos Fogos, em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano, explodiu, matando 64 pessoas, a maioria delas mulheres e crianças negras.

Foi cosntatado que as vítimas trabalhavam em condições precárias, já que a empresa não tinha as devidas licenças para operar.

Em 2020, o Brasil foi condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos pela morte das 64 pessoas na explosão da fábrica. Após a condenação por violações de direitos humanos, a Defensoria Pública da União passou a acompanhar o caso e a orientar vítimas e familiares.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM BAHIA :

Ver mais em Bahia