Estudante que interagiu em publicação racista com aluna expulsa é afastado da faculdade


Foto: Reprodução/Redes Sociais

O estudante que interagiu a aluna expulsa após fazer publicação racista em uma rede social, foi afastado da faculdade particular de Feira de Santana, cidade a cerca de 100km de Salvador.

“Odeio Lula, porque ele inventou o Fies e colocou um monte de desgraça na minha faculdade”, escreveu a jovem.

Em seguida, o estudante, faz cursa o 4° semestre de direito na mesma instituição, respondeu a “KKKKKKKKK um monte * *”. A aluna, do 7° período, rebateu: “pobre ou preto?”

De acordo com o g1 Bahia, o afastamento do aluno foi decretado e a situação dele é analisada em um processo administrativo disciplinar interno. A expulsão após a avaliação não é descartada.

Já a estudante que fez a publicação foi expulsa da faculdade após diversas manifestações. O anúncio da autora da postagem foi feito na frente de centenas de alunos da instituição, pelo pró-reitor Gustavo Checcucci.

“O conselho [da faculdade] se reuniu para discutir o que iria acontecer e ela não faz parte mais dessa instituição”, disse.

Sanções jurídicas

A Ordem dos Advogados da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA) informou à TV Subaé, afiliada da TV Bahia, que a estudante pode responder pelo crime de racismo ou injúria racial. Mas, a sansão jurídica dependeria de como o Ministério Público da Bahia (MP-BA) vai oferecer a denúncia contra ela, caso o órgão entre no caso.

De acordo com a OAB-BA, apenas o Ministério Público tem legitimidade para propor uma ação penal pública incondicionada. O MP-BA disse à TV Subaé, que soube do caso na terça-feira (20), e vai decidir se formaliza um inquérito ou processo após uma promotora se inteirar do fato.

Leia mais sobre Bahia em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.

Veja também: