Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > bahia
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Eunápolis

Família faz apelo por regulação de criança que ingeriu soda cáustica

Menino de 2 anos e 9 meses precisa ser transferido para outra unidade de saúde com urgência

Redação iBahia • 23/08/2023 às 13:26 • Atualizada em 23/08/2023 às 15:34 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Família faz apelo por regulação de criança que ingeriu soda cáustica
Foto: João Souza/g1 Bahia

A família de uma criança de 2 anos e 9 meses, internada no Hospital Geral do Estado (HGE) após ingerir soda cáustica, está em busca de uma vaga no Sistema da Central Estadual de Regulação. O menino, identificado como T. C. S deu entrada na unidade de saúde há mais de um mês e precisa ser transferido para outra unidade de saúde para conseguir dar seguimento ao tratamento.

O acidente aconteceu no dia 19 de julho, na cidade de Eunápolis, interior da Bahia. Segundo o pai, Jasson Soares, a mãe da criança estava usando a soda cáustica para desentupir o vaso do imóvel, que fica em um sítio. Ela teria colocado o produto em cima de um móvel da casa, mas a criança pegou a garrafa e ingeriu o líquido pensando que era leite em pó.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

A criança chegou a ser encaminhada para um hospital de Eunápolis, onde recebeu os primeiros socorros, mas foi transferido no dia 20 de julho para o HGE, onde está em observação desde então. Ainda segundo a família, o garoto precisa ser encaminhado para o Hospital Roberto Santos para receber o atendimento adequado e ser submetido a um Raio X com contraste.

Diogo Caldas, tio da criança, explicou que a queimadura causou o fechamento do esôfago do menino. A criança precisa fazer uma dilatação esofágica para conseguir voltar a se alimentar e o procedimento não é realizado no HGE. Em entrevista a TV Bahia, ele fez um apelo por ajuda e falou sobre o quadro de saúde da criança..

"Cada dia que passa você vê ele ficando mais debilitado. Só vai enfraquecendo, não está se alimentando. Praticamente todo dia tira sangue dele para fazer exames. E você não aguenta mais ver o sofrimento dele de tanto ele chorar", desabafou.

Em nota, a Sesab informou que há uma solicitação registrada no Sistema da Central Estadual de Regulação e que, os médicos responsáveis, já estão em busca de uma unidade que atenda as necessidades da criança. "Eu peço que ajudem a gente a transferi-lo o mais rápido possível para o Hospital Roberto Santos", clamou o pai do menino.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM BAHIA :

Ver mais em Bahia