Governador eleito, Jerônimo Rodrigues anuncia novos nomes para secretariado; saiba quais


Foto: Max Haack/Ag Haack

O governador eleito, Jerônimo Rodrigues (PT), anunciou cinco novos nomes para ocupar o secretariado em 2023, nesta quinta-feira (22), e duas coordenadorias. No total, a gestão terá 25 secretários e secretárias, além da chefia de Gabinete, que tem status de subsecretaria. Na última segunda-feira (19), ele havia anunciado outros 11 secretários. [Confira relação dos nomes no final da reportagem]

Foram anunciados os nomes que irão ocupar as pastas de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais, Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Administração Penitenciária e Ressocialização, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente.

A Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE-BA) também foi anunciada e ficará com Bárbara Camardelli, primeira mulher a ocupar o cargo. Já a liderança do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) segue com Rosemberg Pinto.

José Antônio Maia Gonçalves, que já estava à frente da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) no governo Rui Costa, também continua na pasta.

Para duas coordenadorias, Jerônimo escolheu Nivaldo Millet para a Políticas para a Juventude (que será vinculada à Secretaria de Relações Institucionais). E a coordenadoria-geral do programa Bahia Sem Fome, promessa de governo ligada à Casa Civil, será liderada por Tiago Pereira da Costa.

De acordo com o governador eleito, outros dez secretários restantes serão anunciados na sexta-feira (23). As pastas mais esperadas são a Segurança Pública, Cultura, Administração, Trabalho e Comunicação. O vice-governador eleito, Geraldo Júnior, também participou da cerimônia. Confira abaixo a relação dos nomes:

Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais Ângela Guimarães

Atual Coordenadora de Fomento ao Artesanato da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Ângela é cientista social formada pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e aluna especial de Mestrado em Educação no Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).

Professora licenciada da rede estadual de ensino, Ângela tem uma série de experiências como gestora pública e docente. Antes da Setre, a próxima titular da Sepromi foi secretária-adjunta Nacional de Juventude, cargo que ocupou na Secretaria Geral da Presidência da República durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff, entre 2011 e 2016.

Também foi presidenta do Conselho Nacional de Juventude, na Presidência da República, e diretora do Departamento de Ações para a Reparação Social na Prefeitura de São Sebastião do Passé (BA).

Como docente, atuou na formação para empoderamento de jovens e mulheres negras, no Fórum de Quilombos Educacionais da Bahia (FOQUIBA); e participou da formação de jovens no Projeto Didá Alamojú, da ONG Omí Dudù, trabalhando temas como diversidade, cidadania, gênero e raça, direitos humanos e políticas públicas. É presidente nacional licenciada da União de Negras e Negros pela Igualdade (UNEGRO).

Coordenação geral do programa Bahia Sem Fome (Casa Civil) – Tiago Pereira da Costa

Assessor do Institucional do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA), Diretor-Presidente da Rede das Escolas Famílias Agrícolas Integradas do Semiárido (REFAISA) e pesquisador da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Tiago Pereira da Costa é mestre em Extensão Rural e doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Territorial (PPGADT).

Também é especialista em Desenvolvimento Sustentável no Semiárido pelo Instituto Federal Baiano; especialista em Metodologias Participativas Aplicadas a ATER e a Pesquisa (UNIVASF); e especialista em Educação Ambiental Interdisciplinar (UNIVASF). Graduado em Gestão Ambiental e Pedagogia, Tiago também é técnico em agropecuária.

Ao longo de sua carreira, exerceu cargos ligados à Convivência com o Semiárido e à Educação Contextualizada no/do Campo e desenvolveu pesquisas relacionadas à Agroecologia, Educação, Assistência Técnica e Extensão Rural e Desenvolvimento Sustentável.

Entre as experiências na área profissional também estão a atuação como professor convidado na UNIVASF, UFRB, UFV e a direção da Associação Comunitária Mantenedora da Escola Família Agrícola de Sobradinho (AMEFAS). É conselheiro titular do Conselho Estadual de Educação da Bahia (CEE).

Coordenação geral de Políticas para a Juventude (Serin) – Nivaldo Millet

Graduando em Ciências Sociais pela UFBA, Nivaldo Millet é, desde 2019, assessor de Juventude da Liderança do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). Sensível às causas sociais, sobretudo às de combate ao racismo e à lgbtfobia, Nivaldo iniciou a trajetória na política na presidência do Grêmio Estudantil do Colégio Estadual Presidente Costa e Silva, na Ribeira, em Salvador, entre 2014 e 2016. No Coletivo ParaTodos, ele protagonizou diversas agendas na capital baiana em defesa da educação pública.

Foi diretor de representações estudantis da Associação de Grêmios e Estudantes de Salvador (AGES) e, mais tarde, assumiu na União Estadual dos Estudantes Bahia (UEES) a diretoria representações estudantis universitárias, chegando a presidir a entidade em 2018. Em 2021 foi eleito Secretário Estadual da Juventude do Partido dos Trabalhadores (PT). Para além das atividades institucionais e partidárias, coordena o Núcleo de Organização Social (NOS), que executa projetos focados na emancipação infanto-juvenil nos bairros periféricos de Salvador.

Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) – José Antônio Maia Gonçalves

Secretário da Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia desde abril deste ano, José Antônio Maia Gonçalves é advogado e possui vasta experiência na área jurídica, atuando como profissional liberal nos tribunais estaduais, nos tribunais regionais federais, nos tribunais superiores (STJ, STJ e TST) e no Conselho Nacional de Justiça.

Membro da Comissão Executiva Estadual do Partido Verde (PV) na Bahia e no município de Salvador, o gestor permanecerá à frente da SEAP no novo governo de Jerônimo Rodrigues.

José Antônio já atuou como professor do Instituto dos Advogados da Bahia e da Escola Livre de Direito Josaphat Marinho; foi conselheiro da Associação Baiana de Advogados Trabalhistas (ABAT); e membro suplente do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/BA.

Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento – Larissa Gomes Moraes

Atual diretora de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), Larissa Gomes Moraes é formada em engenharia civil e tem uma série de experiências como gestora na administração pública, nas esferas estadual e municipal.

Foi subsecretária na Secretaria Municipal de Ordem Pública de Salvador, entre 2021 e 2022, e diretora de Habitação e Regularização Fundiária na Secretaria Municipal de Infraesturura e Obras Públicas de Salvador, entre 2017 e 2020.

Também atuou no setor privado, ocupando cargos de gestão de obras, e exerceu funções na área da comunicação social, colocando em prática o conhecimento adquirido na graduação de Jornalismo, sua segunda formação profissional.

Secretaria de Desenvolvimento Rural – Osni Cardoso

Deputado estadual reeleito pelo PT com 77.624 votos, Osni Cardoso é formado em pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), foi dirigente político no movimento estudantil e lutou pelo direito ao acesso democrático nas universidades públicas.

O próximo titular da SDR foi prefeito de Serrinha por dois mandatos, além de presidente do Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território do Sisal (Consisal) e primeiro presidente da Federação dos Consórcios Públicos da Bahia (FecBahia).

Dentre os projetos tocados enquanto esteve à frente do Consisal e FecBahia, destacam-se a patrulha mecanizada, com aquisição de máquinas para construção, revitalização e limpeza de aguadas; e a implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), para que pequenas agroindústrias comercializem seus produtos dentro dos territórios.

Também atuou, em 2017, como chefe da Assessoria Especial do Governador Rui Costa, onde ajudou na construção e articulação de importantes políticas públicas do Estado. No ano posterior, foi eleito pela primeira vez deputado estadual pelo PT.

Secretaria do Meio Ambiente – Eduardo Sodré Martins

Advogado especializado em direito e legislação ambiental com mais de 10 anos de experiencia, Eduardo Sodré Martins é graduado em Direito pela Universidade Católica do Salvador, e pós-graduado em Direito e Legislação Ambiental pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Ele foi membro da Comissão de Meio Ambiente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), entre 2011 e 2018, e atualmente é professor universitário da Universidade Católica do Salvador, onde lecionou a disciplina Direito Ambiental e Urbanístico e Direitos Humanos e Ambientais.

Possui experiência em soluções estratégicas em questões ligadas ao Direito Ambiental, buscando o alinhamento jurídico entre as melhores práticas do desenvolvimento sustentável e segurança jurídica.

Também já atuou na elaboração de legislações e regulamentos ambientais para os Municípios.

Leia mais sobre Bahia no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.