Bahia

MP denuncia homens por intolerância religiosa em Brumado após comentário em rede social

Eles comentaram em uma publicação de um vereador da cidade que criticava a aprovação de um projeto de lei

Redação iBahia
29/07/2022 às 11h20

2 min de leitura
Foto: Reprodução / TV Sudoeste

O Ministério Público Estadual da Bahia (MP-BA) denunciou, na quinta-feira (28), dois homens por intolerância e discriminação reliogosa, após a publicação de comentários em uma rede social. O caso aconteceu em Brumado, no sudoeste da Bahia, e os denunciados foram identificados como Valdenir Cardoso da Silva e Fabiano Silva.

Os dois homens fizeram comentários, no dia 27 de março de 2019, em uma publicação de um vereador da cidade que criticava a aprovação de um projeto de lei sobre a construção de um monumento em homenagem ao Candomblé, em Brumado.

Segundo o MP-BA, Valdenir publicou o comentário “chuta que é macumba” e Fabiano postou “pode mandar exorcizar que estar endemoniada (sic)”. “Os comentários configuram ofensa com cunho de intolerância e discriminação religiosa relativa ao Candomblé”, afirmou o promotor de Justiça Alex Bezerra Bacellar.

O promotor afirmou que o MP tentou firmar um acordo de não persecução penal, porém nenhum dos denunciados deu retorno quanto à proposta.

Fabiano teria relatado que o perfil na rede social Facebook, indicado pelo MP como responsável pela postagem, lhe pertenceria, “mas não se lembrava de ter feito esse comentário”. Já Valdenir, negou ter feito a referida postagem.

Leia mais sobre Bahia em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias