Interior da Bahia

Mulheres são presas em flagrante por morte de criança de 5 anos em Ibiquera

De acordo com Polícia Civil, a mãe do menino Romério Sampaio Vaz, confessou ter matado a criança com veneno

Redação iBahia
06/05/2022 às 8h25

2 min de leitura
Foto: Divulgação / SSP BA

Três mulheres foram presas em flagrante, na quinta-feira (5), pela morte de uma criança de apenas 5 anos no município de Ibiquera, interior da Bahia. De acordo com Polícia Civil, a mãe do menino identificado como Romério Sampaio Vaz confessou ter matado a criança com veneno, com apoio de outras duas pessoas.

“Quando chegamos na residência da genitora, questionamos onde a criança estava, a mãe primeiramente disse que o filho estava viajando, posteriormente acabou confessando que a criança havia sido morta por ela com chumbinho e depois enterrada na zona rural do município de Ibiquera, cinco quilômetros de distância da cidade”, disse o coordenador da 12ª Coorpin, delegado Geraldo Adolfo.

O corpo da criança foi encontrado no dia 1º de maio, por policiais da 12ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Itaberaba, em uma cova rasa, em local de difícil acesso. “Em depoimento, a mãe alegou que havia colocado chumbinho na água e na comida da criança, no sábado (30), e que no dia seguinte, por volta das 7h, teria encontrado o filho morto, e assim resolveu levá-lo para enterrar. A mãe alegou que resolveu matar o filho porque ele era autista, mexia nas panelas e desarrumava a casa”, pontuou o delegado.

Ainda segundo a polícia, as suspeitas possuem 31, 39 e 59 anos. Elas foram autuadas por destruição, subtração ou ocultação de cadáver; e a mãe também responderá por homicídio. O caso será investigado pela Delegacia Territorial de Itaberaba, que trabalha para identificar a participação de cada uma das suspeitas no crime. O avô da criança, que também ajudou a enterrar o corpo, segue sendo procurado pela polícia. As três mulheres já estão custodiadas na carceragem da delegacia, à disposição da Justiça.

Leia mais sobre Bahia no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias