Penúltimo dia para visitar a Bienal do Livro


Quem deseja visitar a 10ª Bienal do Livro da Bahia tem até amanhã, domingo (6), para ir ao evento no Centro de Convenções em Salvador. Nesta edição, pessoas de todas as faixas etárias poderão desfrutar de diversos estandes e espaços dedicados à leitura e à interação com escritores baianos e de todo o Brasil. A Bienal, inciada no último de 28 de outubro, é considerada o maior evento literário do Estado.

A entrada da Bienal custa R$ 4,00 (inteira) e R$2,00 (meia). Os estudantes precisam apresentar comprovante de matrícula. Crianças de até 12 anos acompanhadas de adulto apagante, bibliotecários, professores e profissionais do livro estão isentos de pagamento para a visitação. Também é possível comprar os ingressos pela internet. Nesse caso, será cobrado uma taxa simbólica de conveniência. 

A organização também disponibilizou estacionamento, no próprio Centro de Convenções, com tarifa única no valor de R$ 8,00.  A visitação poderá ser feita das 10h às 22h. A Bienal é promovida pela Fagga Eventos e conta com o apoio e patrocínio de diversas instituições públicas e privadas.

A Bienal está aberta à visitação ocorre das 10h às 22h

Debate sobre poesia é o destaque do dia
Na programação deste sábado (5), além dos livros com preços mais reduzidos, o público poderá conferir o debate “Poesia, sempre viva”, às 18h, ministrado por Mariana Ianelli. Ela, que é mestre em Literatura e Crítica Literária, recebeu o prêmio Fundação Bunge e, no ano de 2011, obteve menção honrosa da Casa das Américas (Cuba) pelo livro Treva Alvorada (2010). Atualmente, Ianelli escreve como resenhista para os Jornais O Globo – Prosa & Verso (RJ) e Rascunho (PR).

Na mesma discussão, também estará presente o poeta, jornalista e produtor cultural José Inácio Vieira de Mello. O alagoano radicado na Bahia já publicou cerca de oito livros, sendo os mais conhecidos “Códigos do silêncio” (2000), “A terceira romaria” (2005), que conquistou  o Prêmio Capital Nacional de Literatura, e A infância do Centauro (2007). No domingo, a participação mais esperada é a do escritor e produtor cultural Nelson Motta.