Ilhéus

Polícia Civil investiga denúncia de documentos falsos de médica na Bahia

Caso, que também foi denunciado ao Ministério Público da Bahia (MP-BA), é investigado há dois meses

Redação iBahia
29/07/2022 às 23h50

2 min de leitura
[Foto: Reprodução/TV Bahia]

A Polícia Civil investiga uma denúncia de documentos falsos de uma médica na Bahia que atendia pacientes em cidades da região sul da Bahia, entre elas Ilhéus, onde ela atuava no Serviço Móvel de Urgência (Samu). As informações são do g1 Bahia e TV Santa Cruz, afiliada da TV Bahia.

(CORREÇÃO: o iBahia errou ao informar que a polícia investiga a atuação de uma médica sem registro profissional na área. Na verdade, a polícia investiga denúncia de que a mulher atuava com documentos falsos, mas não detalhou quais. O Secretário de Saúde de Ilhéus diz que a mulher é investigada por falsificação de assinaturas e por usar registro do Conselho Regional de Mediciona (CRM) de uma profissional em São Paulo. A informação foi corrigida 23h50 do dia 29 de julho)

O caso é investigado há dois meses e também foi denunciado ao Ministério Público da Bahia (MP-BA). Na quinta-feira (28), a denúncia foi feita na Câmara de Vereadores de Ilhéus, onde foram entregues documentos com assinaturas da mulher.

Segundo o g1 Bahia, além do Samu de Ilhéus, ela teria atuado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Conquista, no mesmo município, e em unidades particulares da cidade.

Ao g1 Bahia, o secretário de Saúde, André Cesareo, afirmou que após as denúncias, suspenderam os plantões da mulher. De acordo com o gestor, a mulher teria falsificado assinaturas e usava o documento de registro do Conselho Regional de Mediciona (CRM) de uma profissional com atuação em São Paulo.

O secretário informou ainda que denunciou a situação para o CRM.

Leia mais sobre Bahia em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias