Polícia Civil investiga denúncia de ameaça contra Rodrigo Maia em resort de luxo em Praia do Forte


A Delegacia de Proteção Ambiental (DPA), de Praia do Forte, em Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador, investiga uma denúncia de ameaça contra Rodrigo Maia (PSDB), ex-presidente da Câmara dos Deputados.

Maia foi hostilizado por um casal em um resort de luxo em Praia do Forte, destino turístico da Bahia. O caso aconteceu no dia 20 de novembro, quando o deputado federal e a companheira, a advogada Vanessa Canado, foram abordados no café da manhã por um casal.

O homem começou a filmar Rodrigo Maia e chamou o deputado de “ladrão” e “filho da p****”. Maia pede para que o casal parasse com as ofensas, mas isso não aconteceu. Em seguida, o deputado fez o sinal do “L” com a mão, em referência ao presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, que venceu Jair Bolsonaro em outubro.

A representação do parlamentar é aguardada na delegacia para prestar depoimento. Segundo a polícia, a unidade solicitou informações ao estabelecimento, para a identificação dos envolvidos.

Leia mais sobre Bahia no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.