Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > bahia
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Vera Cruz

Professor é denunciado por crime sexual contra alunas em escola na BA

Caso aconteceu em Vera Cruz; suspeito teria tocado as partes íntimas das estudantes, que têm entre 11 e 12 anos

Redação iBahia • 31/08/2023 às 6:52 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Professor é denunciado por crime sexual contra alunas em escola na BA
Foto: Reprodução/TV Bahia

Um professor de matemática do Colégio Municipal Professora Dáulia Angélica Sousa Santos foi denunciado por mães de alunas de cometer crimes sexuais. O caso aconteceu na cidade de Vera Cruz, na Região Metropolitana de Salvador.

De acordo com o g1 Bahia, as vítimas contaram que o homem teria tocado nas partes íntimas delas. A Polícia Civil informou em nota, que por tratar-se de denúncia de crime contra a dignidade sexual, e em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente, os procedimentos ocorrem em segredo de Justiça e por isso não serão divulgados detalhes sobre o caso.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

Segundo a mãe de uma aluna de 12 anos, que preferiu não se identificar, o docente passou a mão nos seios da adolescente.

"Ela disse que estava na escola fazendo dever com um colega, o professor veio por trás, passou a mão no ombro dela, perguntou se ela tinha alguma dúvida no dever e apalpou os seios dela. Ela, imediatamente, empurrou o braço dele e foi pro banheiro chorar", contou.

Já a avó de outro aluna, também de 12 anos, disse que uma situação semelhante ocorreu com a neta dela na última semana. Uma outra mãe, de uma estudante de 11 anos, relatou que a menina foi vítima do mesmo professor há um mês e mudou de comportamento após o ocorrido. A mulher detalhou também que a criança não quer ir para a escola e sente crises de ansiedade, vômitos e dor de cabeça desde o ocorrido em sala de aula este ano.

Em nota, a Prefeitura de Vera Cruz informou que a primeira denúncia ocorreu diretamente na delegacia e a polícia informou a escola. O caso foi levado no mesmo dia pela direção da unidade educacional para a Secretaria Municipal de Educação.

Além disso, foram feitas duas reuniões com os envolvidos e ficou definido o afastamento do professor. As estudantes foram encaminhadas para acompanhamento psicológico.

Os advogados do professor informaram que ele leciona há mais de 25 anos e que não vai se pronunciar porque não teve acesso aos autos. A defesa informou ainda que quando o docente foi intimido, ele irá se pronunciar sobre o caso.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM BAHIA :

Ver mais em Bahia