Recém-nascido é encontrado em matagal no interior da Bahia


Foto: Arquivo Pessoal

Um recém-nascido foi abandonado em um matagal da cidade de Milagres, localizada a cerca de 245 km de Salvador, na última segunda-feira (12). O delegado da cidade, Thiago Costa, informou que a criança estava enrolada em um saco plástico, com a placenta e o cordão umbilical.

A mãe da criança não foi localizada. “Nós já falamos com a pessoa que encontrou o bebê. Ele ouviu o choro forte no matagal, chamou outros moradores e levou a criança para o hospital com vida. O nome da cidade é sugestivo, Milagres”, disse o delegado à TV Bahia e ao G1 Bahia.

Ainda segundo Thiago Costa, o bebê é do sexo masculino, estava sujo de fezes e tinha queimaduras no corpo devido a exposição ao sol.

Ele foi socorrido para o Hospital Municipal de Milagres, onde segue internado. Não há previsão de alta médica, mas o estado de saúde do bebê não é grave. Um relatório médico apontou que o bebê estava desidratado, com queimaduras de primeiro grau no rosto e um hematoma na cabeça, que pode ter sido decorrente da queda do nascimento, caso a mãe tenha dado à luz em pé.

O delegado informou que inquérito policial foi instaurado para apurar o crime e algumas testemunhas já foram ouvidas. O caso pode ser enquadrado como abandono de recém-nascido.

Doações

Desde que o bebê chegou na unidade de saúde, os funcionários do Hospital Municipal de Milagres não param de receber donativos. São roupas e alimentos que chegam de diversas cidades da Bahia.

O delegado informou que algumas pessoas já demonstraram interesse em adotar a criança. Apesar disso, o Conselho Tutelar aguarda a manifestação do Ministério Público Estadual em Amargosa – cidade vizinha – que já foi comunicado sobre o caso.

Leia mais sobre Bahia no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.