Bahia

Traficante deixa cair identidade e é procurado pela polícia

No ataque, um menino de 11 anos foi vítima de uma bala perdida

Redação iBahia
17/05/2016 às 13h44

2 min de leitura
Após deixar a identidade cair quando participara da execução do rival Romilson Santos Silva, 27, morto a tiros na noite de segunda-feira (16), em Feira de Santana, Elvis Newton Cerqueira Silva tornou-se procurado pela Polícia Civil.
“Ele e mais três atiraram em Romildo. Na fuga, ele deixou cair o documento e, através de investigações, constatamos que Elvis é um dos assassinos”, declarou o delegado João Uzzum, coordenador da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Feira de Santana).
Participaram do crime ainda os sobrinhos de Elvis, Têlo e um adolescente. Elvis responde processo por assalto. No ataque, um menino de 11 anos foi vítima de uma bala perdida.
Segundo o delegado João Uzzum, há 40 dias, durante um confronto, a Polícia Civil matou o então líder do tráfico do bairro Aviário, Léo Zarpinha – ele tinha vários processos, inclusive por homicídio. Com a morte, Romilson tomou à frente. “Romilson traficava para Léo Zarpinha e se intitulou chefe da quadrilha”, disse o delegado. A morte de Romilson foi cometida por outro grupo de traficantes do próprio Aviário. “Ainda não sabemos quem é o líder de fato desse outro grupo. As duas quadrilhas atuam independentes”, disse o delegado.  
Correio24horas