Amigos e familiares se despedem de Rolando Boldrin em velório aberto ao público em São Paulo


Foto: Eduardo Martins/ AgNews

O corpo do apresentador, ator, cantor e compositor brasileiro Rolando Boldrin, de 86 anos, foi velado nesta quinta-feira (10) na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

O velório acontece no Hall Munumental até às 15h desta quinta, aberto ao público e o sepultamento será às 17h no Cemitério Gethsêmani, no Morumbi.

Boldrin estava internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo há dois meses. A causa da morte, de acordo com a assessoria do veterano, foi insuficiência respiratória e renal.

Importância de Boldrin para cultura caipira

Com mais de 60 anos de carreira na TV, Rolando Boldrin apresentou o programa musical “Sr. Brasil” por 17 anos. O artista é considerado um dos mais importantes na disseminação da cultura caipira. Na televisão, Boldrin também apresentou o “Som Brasil” na Rede Globo, o “Empório Brasileiro” na TV Bandeirantes e o “Empório Brasil” no SBT.

No mesmo dia do falecimento do veterano, os senadores aprovaram o projeto que institui o Dia Nacional da Música e Viola Caipira, proposta do senador Izalci Lucas (PSDB-DF), a ser comemorado anualmente em 13 de julho.

Em nota, a TV Cultura, onde o artista apresentou seu último programa, lamentou a perda

“Ele tirou o Brasil da gaveta’ e fez coro com os artistas mais representativos de todas as regiões do país. Em seu programa, o cenário privilegiava os artesãos brasileiros e era circundado por imagens dos artistas que fizeram a nossa história, escrita, falada e cantada, e que já viajaram, muitos deles ‘fora do combinado’, conforme costumava dizer Rolando.”

Leia mais sobre Brasil no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.