Brasil

Bruna Lombardi recusa convite para Secretaria de Cultura

Outro nome que não recebeu convite oficial, mas foi sondada e recusou, foi a apresentadora Marília Gabriela

Redação iBahia
17/05/2016 às 21h30

1 min de leitura

(Foto: Divulgação)

A atriz Bruna Lombardi não aceitou comandar a Secretaria Nacional de Cultura, segundo nota divulgada pela assessoria da artista nesta terça-feira (17). Segundo a Folha Online, já foram quatro mulheres que não quiseram o cargo no governo Temer. Lombardi afirmou que foi sondada pela senadora Marta Suplicy (PMDB-SP).  “Fiquei agradecida pelo convite, mas não tenho pretensões políticas e estou totalmente envolvida com meus projetos profissionais”, disse Bruna, que está em Los Angeles.  A antropóloga Cláudia Leitão foi a primeira sondada a assumir a nova Secretaria, recusando a proposta. “Respondi com um sonoro não! Espero que nenhuma mulher aceite esse convite e dessa forma não contribua para a transfiguração do Minc num apêndice do MEC”, escreveu ela no Facebook. Também disse ter recusado convites a consultora de projetos culturais Eliane Costa. Outro nome que não recebeu convite oficial, mas foi sondada e recusou, foi a apresentadora Marília Gabriela.

Correio24horas