Brasil

Adolescente é suspeito de furar crianças com agulha de insulina

Jovem afirmou que atitude não passou de uma 'brincadeira'

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um adolescente de 15 anos é suspeito de furar nove colegas com uma agulha que ele achou na rua. O caso aconteceu na manhã da última terça-feira (30), na Escola Municipal Elizabel Maria Gomes de Talles, em Campo Grande (MS).

A delegada Fernanda Félix, responsável pelo caso, contou ao G1 MS que o garoto foi ouvido na presença da mãe e disse que a atitude não passou de uma "brincadeira". Fernanda ainda contou que o caso aconteceu durante a aula de inglês. Ao perceber o que aconteceu, o professor chamou o diretor da escola e este chamou a polícia.

As vítimas foram quatro meninos e cinco meninas de 12 anos. Elas foram encaminhadas para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde foi feito uma profilaxia e constatado que não houve nenhum tipo de infecção ou ferimentos graves. A agulha utilizada é subcutânea e tem menos de 1mm.



Segundo informações do G1, o adolescente não tem nenhum antecedente na polícia. Ele deve responder pelo ato infracional equivalente ao crime de lesão corporal, e pode ser punido com serviços à comunidade, liberdade assistida ou internação. Já as vítimas devem ser ouvidas junto aos pais a partir desta quarta-feira (31).

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) afirmou ao G1 que acompanha o caso e estuda, junto à direção da escola, o que irá fazer com o aluno, baseado no regimento escolar.